jump to navigation

AS ABELHAS ESTÃO DESAPARECENDO VOCÊ SABIA? VAMOS PLANTAR FLORES??? julho 16, 2015

Posted by Elza Prado in Uncategorized.
Tags: , , , , ,
add a comment

Abelhas estão desaparecendo

As abelhas do mel prosperaram durante 50 milhões de anos. Cada colônia com 40 a 50 mil indivíduos, coordenados em uma incrível harmonia. Então, por que, sete anos atrás, as colônias começaram a morrer em massa? Marla Spivak revela quatro razões que estão levando a consequências trágicas. Isso é um problema, não apenas porque AS ABELHAS POLINIZAM UM TERÇO DAS PLANTAÇÕES DO MUNDO.  O que significa, que graças a elas, temos nossos legumes, frutas, verduras em nossas mesas, sabiam????? Estaria essa incrível espécie segurando um espelho para nos proteger? Assistam o vídeo e vamos plantar flores, em vasos em nossos apartamentos, em pequenos canteiros em nossas casas, em nossos jardins na cidade, na beira das estradas…. As árvores são importantes na contenção das margens dos rios e para proteger os olhos de água para termos água em nossas casas. Portanto, a NATUREZA CLAMA POR NOSSO RESPEITO!

Marla Spivak – TED Talks Assistam ao vídeo.

Anúncios

TERAPIA FLORAL, um recurso elegante janeiro 3, 2011

Posted by Elza Prado in Diversos, Exercícios Terapeuticos, Exercicios em Geral, Novidades!, Terapia Floral.
Tags: , , , , ,
add a comment

Queridos amigos e amigas, como o tema hoje é a maturidade, é importante informar que há recursos disponíveis, que não são invasivos e que ajudam a transpor as barreiras que impedem de acessar o vigor, a autoestima, a alegria, a harmonia, o bem estar em geral.  Se não conhecem ainda, sugiro que o façam sem medo, sem preconceito, é um recurso complementar aos tratamentos médicos que só cuidam do órgão doente ou desvitalizado. As gotinhas das essências florais são inteligentes e atendem ao pedido da alma devolvendo o bem estar àquele que se abre para o processo.

Aos queridos amigos maduros, na Terapia Floral temos Fitoflorais que auxiliam de maneira natural a recuperação da saúde sexual, na manutenção da ereção e portanto do prazer.

As queridas amigas,  na Terapia Floral, além dos fitoflorais há essencias que auxiliam e muito na recuperação do viço, da alegria, disposição, do desejo trabalhando os transtornos da menopausa e pós-menopausa.

Saiba mais. Questione, pergunte, deixe os seus comentários ou dúvidas.  

ETERNOS APAIXONADOS – Beijar na boca mesmo aos 60, 70, 80 janeiro 3, 2011

Posted by Elza Prado in Diversos, Exercicios em Geral.
Tags: , , , , , ,
add a comment

Quer rejuvenescer? A aparência pode ser madura mas enquanto houver paixão pela vida, a juventude interna e inerente acompanha a vontade e se manifesta.  Ao se permitir apaixonar, que pode acontecer todos os dias, a juventude explode daí os comentários: “Noooossa como você está mais jovem? está parecendo com pelo menos 15 anos a menos?! Que você fez? Autoestima meu amigo, minha amiga é tudo !!!

Esses comentários funcionam como elixir da autoestima. Aos maduros deve-se sempre reforçar o uso do talento pessoal que nunca envelhece e que todos sem exceção tem um que é único, fazendo-os sentir-se úteis, estimulando o viço da criança interior que reside em cada um de nós, esse lado maroto e espontâneo que adora se manifestar.

Esse olhar diz tudo não é!

Doenças físicas se manifestam quando damos força as crenças antigas impingidas desde os primórdios, criando imagens equivocadas de seres impossibilitados, negando o acesso livre à felicidade, alegria e consequentemente à saúde.

Queridos maduros, amem muito, beijem muito, se divirtam, se matem de rir e a saúde estará presente em suas vidas!

Para isso tenho sugestão de filmes que tem tudo a ver com o tema de hoje:

As pontes de Madison,  O curioso caso de Benjamin Button,  A Janela,  Antes de partir,  Ensina-me a viver,  Em seu lugar,  Enternamente jovem, Diário de uma Paixão, Alguém tem que ceder,  Conduzindo Miss Daisy, Cocoon, Laços de Ternura, etc..

Para obter um resumo dos filmes podem acessar o site www.longevidade-eventos.blogspot.com onde há outros artigos sobre o assunto em pauta.