jump to navigation

HELP! SOCORRO! NINGUÉM ME ENTENDE! junho 25, 2015

Posted by Elza Prado in Uncategorized.
Tags: , , , ,
add a comment

DEpressão1Help! Help! É facilmente percebido o quanto as pessoas estão doentes! não só do físico, mas da mente! Oh dó!!!! quanta gente com depressão, transtorno de pânico, transtorno de bipolaridade, estresse, síndrome de burnout! Por trás desses transtornos já perceberam? está o MEDO? de todo tipo!

Tenho percebido que as pessoas andam apressadas e não tem nem mesmo paciência para ler um artigo inteiro?! Se alguém se ver em alguma das situações mencionadas, peço, leiam até o fim e assistam o vídeo. Estou certa de que vai ajudá-los muito!

Falando da depressão, nas mulheres pode aparecer mais cedo, por questões hormonais. Pode durar mais tempo, pode apresentar recorrência, ser mais associada aos eventos estressantes da vida e ser mais sensível às mudanças sazonais.
Nas mulheres é mais associada às desordens de ansiedade, como sintomas de pânico ou fobias ou mesmo de desordens alimentares. As mulheres deprimidas têm mais tendência a abusar do álcool, dos remédios e outras drogas. E experimentam mais os sentimentos de CULPA e REMORSO!

O que é um transtorno? Tudo que é demais ou de menos, me refiro às polaridades! Por exemplo: total falta de libido (problema!), necessidade de sexo todo o tempo (problema!), ficar isolado só no computador, videogame (problema!), necessidade de ir pra balada, ou barzinhos, ou festas todos os dias para estar no meio de gente (problema!), depender da presença ou de ter alguém o tempo todo para ser feliz (problema!), comendo demais, principalmente doces (problema!), não ir a lugar algum sózinho ou sózinha (problema!)

Sintomas de depressão: Tristeza, vazio, ansiedade persistentes. Falta de interesse ou mesmo prazer nas atividades do cotidiano. Choro fácil – nervosismo – inquietação – irritibailidade – excesso ou mesmo ausência de sono – falta de concentração, tudo isso, quando são persistentes são sinais de depressão. CUIDADO!

Procure ajuda, não se aliene, nem tenha vergonha. Tratamentos psiquiátricos muitas vezes são necessários. Faça-os! mas não abra mão da homeopatia, da terapia floral, da meditação ou yoga!

O vídeo a ser apresentado logo a seguir contém depoimentos de pessoas que viveram ou convivem com o problema, como Ana Maria Saad por exemplo. Aproveitem e deixem os seus comentários. Obrigada!