jump to navigation

AFIRMAÇÕES PARA A ABUNDÂNCIA setembro 25, 2011

Posted by Elza Prado in Exercícios Terapeuticos, Meditação.
Tags: , ,
4 comments

Para aqueles que me pediram afirmações para promover prosperidade e abundância eu gostei muito destas palavras:

Eu agora respiro, Relaxo meu corpo, Permitindo que minha respiração abra todas as áreas do meu corpo que possam estar bloqueadas.

Eu me sinto em PAZ. Minha mente está clara e alerta, Estou em Paz comigo e com o mundo.

Coloco minha mão em meu coração e afirmo:

“EU AGORA ESTOU ABERTO PARA RECEBER SOMENTE O MELHOR EM MINHA VIDA”

Eu me abro para receber LUZ, permitindo que meu coração seja preenchido com a Luz da minha Alma.

Eu agora atraio cada vez mais LUZ em minha vida.

Eu preencho minhas células em LUZ, Preencho cada parte de meu corpo em LUZ.

Eu me abro para receber ALEGRIA, Eu me preencho com a Alegria da minha Alma.

Eu me abro para receber PAZ. Eu sinto a serenidade da minha alma, Ondas de Paz fluem através de mim.

Eu me abro para receber ABUNDÂNCIA. EU ACEITO ABUNDÂNCIA EU AGORA PERMITO QUE A ABUNDÂNCIA FLUA EM TODAS AS ÁREAS DE MINHA VIDA.

Concentro-me agora na ABUNDÂNCIA que preciso e quero receber:

(pense em tudo o queira manifestar)

Conforme me concentro, sinto a presença da minha alma ao meu redor.

Abro-me agora para receber o que estou pensando.

Recebo o melhor em minha vida agora.

Aceito que à partir de agora, Tudo se manifesta sem esforço e de forma alegre em minha vida.

Eu sou um ímã. Eu atraio, acredito e mereço ter o melhor em minha vida agora e sempre.

Eu permito que as Bençãos de Abundância façam parte de minha vida.

Eu agradeço ao Universo por receber tudo o que eu mereço.

Eu reconheço minha habilidade em receber.

Eu me abro para receber todos os presentes que minha alma queira me proporcionar.

Eu mereço ter uma vida boa e alegre, uma vida abençoada.

Eu me abro para receber Amor de todos os seres, do Universo e de tudo ao meu redor.

Eu me abro para receber Bençãos especiais e sei que tudo, mas TUDO MESMO o que me acontece é para meu próprio bem, e de alguma forma eu colaboro para que estas coisas ocorram através de meus pensamentos e atitudes.

À partir deste momento, deste instante sagrado, eu atraio todas as coisas que sejam para meu bem maior e para o bem de todos.

EU SOU ABUNDÂNCIA, EU SOU FELIZ, EU SOU SAÚDE, EU SOU AMOR, EU SOU PAZ, EU SOU LUZ.

Anúncios

AUTOESTIMA setembro 25, 2011

Posted by Elza Prado in Uncategorized.
Tags: , ,
1 comment so far

Dando sequência ao texto sobre as afirmações auxiliando-nos a olharmos para nós enos valorizar. Estou anexando este vídeo, ele complementa.

AFIRMAÇÕES setembro 23, 2011

Posted by Elza Prado in Terapia Floral.
Tags: , , , , , ,
2 comments

Na atual realidade em que vivemos, em meio à enxurrada de informações visíveis e invisíveis (subliminares)  que coletamos no dia a dia através dos nossos 5 sentidos,  são em sua maioria muito negativas, quase sempre focadas  no lado sombrio dos eventos.   Nossa alma se recusa a prender-se à essas informações,  mas nossa personalidade  aprendeu através  do coletivo (família, amigos, vizinhos etc..) a se conectar com a dor nelas contida.  As pessoas em sua maioria se depreciam, e ao fazê-lo adoecem,  esquecendo que todos nós, cada um tem seu dom único.  APRECIAR-SE , ativar o auto respeito é o caminho, a resposta.

As afirmações abaixo ajudam quando estamos pra baixo, faça-as pelo menos duas vezes por dia (manhã e noite).

COLOQUE A MÃO NO CORAÇÃO E DIGA:

Mesmo não acreditando no meu valor, eu me amo profunda e completamente;

Mesmo que as outras pessoas achem que não tenho valor, eu me amo profunda e completamente;

Eu me perdoo e perdoo a todos envolvidos;

Eu agora estou mudando isto e me valorizando;

Eu agora me valorizo e me amo profunda e completamente.

Tônico da Auto estima floral:

Sistema Bach:  Rescue Remedy + Centaury + Olive +Larch

Sistema Florais de Minas: Bouque de 5 Flores + Ruta+ Sempervivum +Lavandula

Tomar 4 gotas sub-lingual 4 vezes ao dia.

Aos leitores convido-os a escrever, façam suas perguntas!

Coisas que a gente demora a vida toda prá descobrir setembro 22, 2011

Posted by Elza Prado in Terapia Floral, Texto da Semana, Uncategorized.
Tags: , , , , ,
add a comment

A gente tem consciência das nossas imaginações, sonhos, intuições, lembranças, realidade, ou tudo isso parece confundir mais ainda a nossa vida diária?  Muitos levam a vida sem muitos questionamentos.  Se o rio corre para cima está bom, se corre para baixo também entende?  Pode até parecer mais cômodo levar a vida sem muitas reflexões, pois para muitos,  analisar as próprias atitudes e comportamentos seria como mexer num vespeiro.

Vivem apenas na busca da satisfação de necessidades básicas e primárias, como dinheiro, comida, sexo e trabalho.  Importam-se no que dizer, fazer e/ou ter, mas raramente conseguem ser.    Alguns vivem apenas para gastar o que ganham,  sem se preocupar com uma vida de significado mais amplo.  São aquelas pessoas que encontramos depois de anos e  tudo permanece igual.   Podem até terem conquistado algum bem material, mas não houve evolução, transmutação ou crescimento interior.

Para aprender a controlar nossos comportamentos, desejos e ações, temos que compreendê-los e analisá-los.  Enquanto formos incapazes de exercer algumcontrole sobre as nossas emoções, seremos estranhos a nós mesmos, incapazes de influir sobre o mundo que nos cerca porque não teremos contato com nossa própria realidade interior.  Evitamos entrar em contato com nossos sentimentos mais profundos, até como forma de defesa,pois tememos nos machucar.

Os caminhos de alienação de si próprio são os mais diversos.  Alguns evitam encarar sua realidade trabalhando o tempo todo.  Outros adoecem.  Outros ainda passam o tempo todo cuidando da vida alheia.   Tudo isso para não ter tempo de olhar para si mesmos.   As pessoas que não refletem sobre a sua própria vida, distanciam-se cada vez mais de seus reais sentimentos.

Simplesmente vão agindo impulsivamente,  caminhando sem saber para onde.  Qualquer desculpa parece válida para que as pessoas desviem a atenção das dores que algumas lembranças trazem e que podem machucá-las.  Nos esquecemos que podemos estar nos prejudicando ainda mais,  principalmente quando se recorre às drogas, ao álcool ou ao jogo,  pois o vício é também uma forma de fuga.  Pode-se até obter resultados por algum tempo, mas nunca poderemos fugir do que há dentro de nós para sempre.

A recusa em enfrentar a realidade e os próprios sentimentos é uma reação normal. Ás vezes não se tem nem consciência de que fugimos de nós próprios, pois na maior parte,  o fazemos inconscientemente.  Só nos damos conta de que algo não vai bem internamente, quando nos deparamos com alguma dificuldade e entramos em conflito e angústia.  Este é o momento de olhar para dentro de si mesmo e perguntar-se: ” o que acontece, porque me sinto triste, vazio, insatisfeito, infeliz??”

A vida está em constante movimento,  requer que estejamos em constante movimento também, todo conflito, dor, qualquer condição negativa significa resistência inconsciente.   É quando precisamos de ajuda.  É tão bom conversar, compartilhar,  procure um terapeuta holístico mais próximo de você! A Terapia Floral faz maravilhas, bom eu sou suspeita.

11 DE SETEMBRO, 10 anos depois o medo persiste! setembro 11, 2011

Posted by Elza Prado in Diversos.
Tags: , , , ,
add a comment

Dez anos se passaram, o mundo todo hoje está de olho em New York relembrando os horrores do atentado às Torres Gemeas, a TV está bombardeando os nossos olhos e ouvidos com comentários, entrevistas etc… e tudo gira em torno de um único sentimento que faz parte da rotina de todas as pessoas ao redor do mundo, o MEDO.  A mídia, infelizmente, bombardeia nosso cotidiano com notícias ruins, elas ocupam o cenário, então por mais que alguém tente se voltar para os fatos bons, promissores, suadáveis e que tenho certeza são muitos,  não consegue se manter afinado com eles sendo influenciado pelo coletivo que é muito mais forte.

Vamos olhar para nós mesmos e ver qual o nosso MEDO, cada um o sente de forma diferente ou por razões diferentes, sabendo ou melhor identificando qual é o medo possibilita entender e transformar já que os opostos caminham juntos.  CORAGEM, SEGURANÇA,CONFIANÇA caminham lado a lado com o MEDO.

A esperança é a de que, mesmo que não notemos sempre temos um anjo ao nosso lado, seja ele ou ela da família, da comunidade, do trabalho, na igreja, uma criança, ou um bichinho,  D’ELE esse anjo está sempre nos enviando uma mensagem de que não estamos sós NUNCA!

MEDO, PARA QUÊ?

O medo é uma das sensações humanas mais comuns no dia a dia de cada um. Mas, também, o medo é uma das sensações mais “escondidas” por todos nós. E, logicamente, nasce a pergunta inevitável: “Por que temos tanto medo, e para quê?”

Das reações instintivas, provavelmente o medo é a mais presente. A Psicologia já nos fala, desde Freud, que ter medo é temer a morte quer estejamos gravemente doente ou à frente de um animal selvagem que irá nos atacar. Esses podem ser vistos, digamos, como tendo ”um certo motivo”. Real. Palpável.

Mas, sem dúvida, esse não é o medo que temos mais medo. Creio que o pior, que mais nos angustia, é o “medo subjetivo”, até certo ponto inexplicável e sem razão. Ele surge, de repente, aparentemente do nada, e nos faz sentir inseguros, impotentes, incapazes, incompetentes de desenvolver uma vida saudável, tranquila e, fundamentalmente, feliz.

E essas sensações de medo são “visíveis” através de outros nomes e definições mais “aceitáveis” socialmente, inclusive referidos nos consultórios, como ansiedade/angústia/depressão e suas imediatas decorrências de insônia/sensação de solidão/desmotivação de viver.

Na maioria desses casos, o que sentimos mesmo é medo. Apenas medo. Em sendo o medo uma sensação de suposta privação de amor, afeto, prestígio, valoração, aceitação, numa imensa confusão de amor/valor.

Às vezes este medo é tão intenso que se transforma em pavor/pânico, dando margem, inclusive, a novos diagnósticos, principalmente nas cidades grandes onde o desafio e a competição se mostram cada vez mais intensos e acirrados.

Quanto mais simples a pessoa, desprovida de grandes sonhos ou metas a alcançar, menos medo/pavor/pânico. Contudo, esta constatação não sugere que não sonhemos e não tenhamos metas importantes e válidas para lutar. Sonhos e metas se realizam, ou não, sem que isso seja o carimbo de nossa capacidade/incapacidade. Podemos tentar outra vez, e mais outra, por que não?

A imagem que “necessitamos” passar às outras pessoas é uma obrigação constante e ininterrupta. Realmente avassaladora. Poderíamos dizer que muitos de nós somos apenas o que imaginamos como os outros nos vêem.  Como já dissemos em outra oportunidade, “somos sempre personagens, nunca atores”.

Chega de medos! Precisamos nos amar, antes de mais nada, para que possamos amar e ser amados pelos outros.  Sem a eterna sensação de rejeição, de abandono e de solidão. Nós nunca estamos sós, e por Ele jamais seremos rejeitados.   Fiquem em Paz.

 Texto extraído do Editorial do site http://www.terapiadecaminhos.com.br