jump to navigation

TERAPIA DE INTEGRAÇÃO CRANIOSACRAL agosto 10, 2011

Posted by Elza Prado in Novidades!.
Tags: , , ,
trackback

A Terapia de Integração Craniossacral vai relaxar o corpo a níveis bem profundos com os toques bem suaves. O craniossacral pode trazer muitos benefícios à saúde, aliviando sintomas decorrentes de problemas físicos e emocionais. Como terapia de apoio em situações de estresse e dificuldades psicológicas e emocionais, pode melhorar a qualidade de vida por promover uma integração do corpo, mente e espírito. Os resultados do tratamento são geralmente bem sucedidos,  mesmo quando outras abordagens terapêuticas fracassam.

A profundidade do trabalho pode ser explicada pelo fato da terapia ser aplicada no nosso sistema fisiológico mais importante e fundamental: o Sistema Craniossacral.  Ele é formado pelo fluido cérebro espinhal,  as meninges, os ossos cranianos e o osso sacro na base da coluna vertebral. O Sistema Craniossacral é o sistema mais importante porque envolve o Sistema Nervoso, que é composto pelo cérebro e a medula espinhal. Todas as funções mediadas pelo Sistema Nervoso Central dependem do fornecimento adequado deste fluido cérebro espinhal (liquor). Se a fisiologia do fluido cérebro espinhal (liquor) estiver alterada, o funcionamento do Sistema Nervoso Central pode ser afetado com prejuízos na saúde do corpo todo. Melhorar o funcionamento do Sistema Craniossacral significa melhorar a circulação do fluido cérebro espinhal (liquor), que circula entre as meninges, ao redor do cérebro, e ao longo de toda coluna vertebral.

Por sua intima relação com o Sistema Nervoso, podemos dizer que o bom funcionamento do Sistema Craniossacral é o requisito básico para o seu equilíbrio e de todos os outros sistemas por ele influenciados (Circulatório, Respiratório, Hormonal, Imunológico, etc.), ou seja, o corpo todo.

A circulação do fluido cérebro espinhal (liquor) produz um movimento rítmico como as marés. Este ritmo pode ser percebido por meio de palpação, como se fosse um tipo de inspiração e expiração, em todas as partes do corpo. A qualidade deste ritmo serve como base de diagnóstico de como a saúde esta se expressando nos níveis físico, emocional e mental.

A Terapia de Integração Craniossacral é procurada por diferentes razões, porque são muitos os seus benefícios para tratamento. Ela restaura a saúde de dentro para fora. Eu costumo dizer que ela trabalhar igual à homeopatia, sempre de dentro para fora, porque trabalha com a causa e não com o sintoma. A causa é muito mais importante que os sintomas. Um tratamento realmente efetivo terá que lidar com a origem do problema, e não apenas com os sintomas. A principal intenção do tratamento Craniossacral é restaurar o movimento natural rítmico dos tecidos e do fluido cerebrospinal, liberando o padrão de inércia que pode ter sido instalado. Craniossacral visa movimento e saúde.

A Terapia de Integração Craniossacral visa a Saúde e não a doença. A saúde sempre esta dentro de nós. Craniossacral é saúde transbordando no nosso corpo. A terapia mostra o caminho da saúde para nós e essa saúde muitas vezes está escondida, camuflada por diversos motivos como a correria, o estresse, a má alimentação, dormir pouco, entre outros. É indicada como terapia preventiva por aumentar a resistência do Sistema Imunológico e a capacidade de auto-cura, que é natural do corpo, ou seja, o Craniossacral pode ser feito para continuar transbordando a saúde.

Também é indicada para qualquer idade desde recém nascidos até idosos, gestantes e pós-parto, relaxamento, traumas (acidentes, perdas, cirurgias), dores crônicas, dores agudas, fibromialgia, disfunção de ATM, problemas de mordida, rinite, sinusite, pressão alta, depressão, ansiedade, insônia, estresse, artrites, nervo ciático, zumbido, TPM, febre, cólicas menstruais, cólicas e distúrbios digestivos, dores e problemas na coluna (costas), dores de cabeça, enxaquecas, estrabismo, torções, tendinite, dificuldade de aprendizagem, tensão muscular, efeito chicote, lordose, escoliose, paralisia facial temporária, nervosismo, preocupações, tensões, cansaço crônico, fobias, tensões no corpo, alguns tipos de problemas visuais, alguns tipos de problemas auditivos, dentre outros, sendo todos ligados ao sistema nervoso. , relaxamento

A vida se manifesta como um movimento contínuo, um fluir; e existe uma forte relação entre movimento e saúde. O Craniossacral proporciona movimento e saúde para o nosso corpo, trazendo uma sensação de integração, relaxamento e bem-estar e de como é bom viver com movimento e saúde.

Sobre a Terapia Craniossacral:
A Terapia Integração Craniossacral tem sua base nos estudos pioneiros do osteopata americano Dr. William Sutherland, no inicio do século 20 (1920-1930 aproximadamente). Ele observou que os ossos do crânio permitiam um pequeno grau de movimentação entre eles, uma idéia radical que contrariava os textos de anatomia da Escola Inglesa que ensinavam que os ossos cranianos eram solidificados antes da idade adulta. Desenvolveu pesquisas e experiências que deram origem a um sistema de tratamento chamado de osteopatia craniana.

Desde os anos 70, o osteopata James Jealous continua os estudos da odisséia perceptual de Sutherland, desenvolvendo o modelo biodinâmico da osteopatia craniana, revolucionando e inovando a prática da osteopatia tradicional.

Outro médico e osteopata americano, Dr. John Upledger, descobriu acidentalmente o Sistema Craniossacral durante uma cirurgia de rotina e desenvolveu uma série de pesquisas na Universidade de Michigan que comprovaram e deram origem as bases científicas do sistema craniossacral, sua função e técnicas de tratamento que podem resolver uma grande gama de problemas de saúde, a chamada Craniosacral Therapy.

Já nos anos 80, Franklin Sills desenvolveu a abordagem da chamada “Biodynamic Craniosacral Therapy”, considerando as forças dinâmicas criadoras e organizadoras do corpo humano. A expressão destas forças, por meio da chamada Respiração Primária, pôde ser percebida pelo terapeuta como ciclos palpáveis de expansão e contração. Tais movimentos são emanados do “Sopro da Vida”, termo cunhado por Sutherland para descrever o substrato profundo das manifestações físicas que refletem uma eficácia dimensão perceptual não-física.

Nesta abordagem moderna, os terapeutas atuam como facilitadores das condições em que as forças naturais do corpo podem ser otimizadas para que as auto-correções ocorram com segurança e eficácia.

Créditos para Adriana Cintra,autora do artigo,  começou a se interessar pela Terapia de Integração Craniossacral em 2002, quando se encantou com a fisiologia do Sistema Craniossacral e pôde constatar como ele é capaz de promover a saúde no corpo humano.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: